Como é trabalhar com comunidade

by:

Softwares

O que é open up source ?

Antes de começar a falar sobre como é trabalhar com comunidade e open up resource precisamos definir o que ele é, para isso eu fiz uma pergunta, tem um certo tempo, no twitter(as respostas estão muito boas):

dentre elas eu acho que a que eu senti que foi a mais extensa e detalhada foi a do CEO da Firma™:

Nesse publish de hoje vou falar sobre como é estar em comunidade e trabalhar nela.

Por onde começar?

Essa é uma pergunta recorrente e eu começaria te perguntando, meu caro leitor, você se importa com o mundo lá fora? Se a resposta for sim, há grandes probabilities de você ser um ótimo contribuidor. Claro que pode haver questões de tempo e prioridade mas se você se importa e estiver com prioridade de fazer, com complete certeza faria a diferença para melhor.

Quando se pede por onde começar eu geralmente direciono para o que você se importa, geralmente uma lib / bundle que você usa mais no dia dia do trabalho e gostaria de ver melhor. No meu caso foi a MDN com as doc do JavaScript e a da Microsoft com o TypeScript.

Contexto

Por um tempo eu estive ajudando alguns projetos OpenSource como os de Rust da Mozilla e alguns commits para Tokio e nesse ano tive a oportunidade de começar a trabalhar como manutendor para o Meteor e tem sido uma XP diferente e ao mesmo tempo única, diferente pois não é a mesma coisa que contribuir de vez em quando para algum projeto, uma vez que você é agora um funcionário, possui responsabilidades.

Como é o dia a dia ?

Essa é a parte mais lawful de se falar, muito se ouve como é triste, pessoas sonham em trabalhar em X e quando chegam em X percebem que X não era tudo isso, isso se dá pela fórmula da felicidade:

Felicidade = Realidade - Expectativa
Enter fullscreen mode

Exit fullscreen manner

Como pode se imaginar, quando se espera muito e não é tudo aquilo que se espera você tem felicidade negativa(aka tristeza)

Mas aconteceu o justo contrário ao trabalhar com open source, mesmo com esse pouco tempo eu acredito que tenho já alguma propriedade para falar sobre.

  • Não existe uma rotina exata

Imagino que o que eu vou falar diz muito sobre onde eu trabalho mas também diz bastante sobre como o é o OSS no mundo actual, terá dias com muitas concerns e bastante movimento mas terá dias calmos.

  • Você é um resolvedor de problemas

Eu tinha essa mentalidade mas agora eu sinto que ela tem sido elevada em potências que eu nunca imaginei que chegaria, você resolve desde problemas de Banco de dados, troubles com compiladores de módulos até problemas de front / cellular. Eu sinto em todos os sentidos que eu estou resolvendo problemas e de alguma forma deixando a vida das pessoas melhor.

No fim você tem que AMAR e ser empático com as pessoas, uma vez que é elas quem farão acontecer, é elas que trazem os problemas e muitas vezes é elas que irão resolver os mesmos, mas você tem que estar lá, tirar um pouco do ruído delas, trazer o diálogo para chegar a grandes resultados.

TLDR

É uma loucura mas no bom sentido, aquele caos que você ama passar o tempo e se diverte, é uma festa onde todo mundo se ajuda.

Meu ponto é que ainda não faz contribuições, caso veja algo de errado, uma doc inconsistente, uma api errada, não se cale, o mundo é muito caótico por si só, traga um pouco de razão e ordem a ele. Faz uma PR, traz uma challenge, melhor nem que seja um pouco esse mundão que está aí. Quem sabe isso daí não volta pra você

Leave a Reply

Your email address will not be published.